Onde encontrar comida da Córsega na capital francesa

 

Ir a um restaurante corso em Paris é uma ideia ótima para quem tem interesse em conhecer a cozinha francesa além do óbvio.

 

A Córsega é um dos territórios franceses que mais desperta charme como destino de férias entre turistas europeus e do mundo todo. Eles buscam uma experiência rica em história, paisagens naturais e dias serenos pautados por uma rotina de bon vivant. A proximidade da ilha com a Itália, natureza exuberante e águas Mediterrâneas também fazem da região terreno fértil para uma culinária exótica e diferenciada.

 

O que é a cozinha corsa

 

As influências italianas na cozinha corsa são marcantes, e perceptíveis especialmente através de alguns carros chefe, como é o caso das massas — principalmente as recheadas, como raviolis e canelones. Também são populares na ilha o gnocchi e a polenta, que lá é feita com Farinha de Castanha Corsa, ingrediente certificado com Appellation d’origine contrôlée (A.O.C.), ou Denominação de Origem Controlada, que protege ingredientes agrícolas como vinhos, queijos, manteigas e outros produtos conceituados que satisfazem normas de produção  extremamente rígidas em uma extensão territorial, definidas por decreto.

 

Já a charcutaria corsa é uma das mais finas do mundo, em parte graças aos processos artesanais de produção, parte graças aos porcos da região, que além de viverem ao ar livre, também convivem com a vasta população de javalis selvagens, resultando em animais híbridos e em uma carne bastante apreciada. Também são encontradas no cardápio a carne de cordeiro e de boi.

 

No mar que cerca a Córsega vivem por volta de quarenta espécies de peixe, mas esse número aumenta se considerarmos as espécies que vivem em riachos, córregos e lagos dentro da ilha. Eles são os ingredientes especiais de sopas, assados e tortas — que às vezes recebem a participação especial do Bocciu — queijo da região também com o selo A.O.C. feito tradicionalmente a partir de whey e leite de ovelha.

 

Restaurantes corsos em Paris

A boa notícia é que turistas de passagem por Paris não precisam se deslocar para fora da França continental para experimentar algumas dessas iguarias. A cidade conta com excelentes opções de restaurantes corsos que oferecem, além dos pratos regionais, experiências e hospitalidade típicas da região.

 

Chez Minnà  

20, Rue d’Hauteville 75010

Foto: Divulgação/Facebook

 

No Chez Minnà é possível experimentar as cores e os sabores da Córsega em um ambiente vintage, original e aconchegante. Embora a decoração seja moderna, o clima é de casa de vó. Especialidades clássicas e revisitadas são servidas com ingredientes frescos e importados da ilha, como Brocciu, charcutaria caseira e carne de javali.

 

La Rotonde Stalingrad

6-8, Place de la Bataille de Stalingrad 75019

 

La Rotonde Stalingrad

Foto: Divulgação/ Facebook

 

O La Rotonde Stalingrad é um destino atrativo especialmente nos meses de verão. Lá funciona a La Trattoria, projeto gastronômico que tem como objetivo tornar conhecidos os produtos finos e raros da Córsega. A princípio pode ser confundido com uma pizzaria, já que a casa serve a massa a preços acessíveis. Recomenda-se que o cardápio seja explorado mais a fundo, nele constam gnocchi, ravioli, hambúrgueres feitos com produtos típicos da Ilha da Beleza e cervejas produzidas lá.

 

No átrio do edifício, uma bela construção perto do Canal St. martin, fica o Le Refuge, uma mistura de cocktail bar e mini-club onde são servidos vinhos, drinks e aperitivos também com ingredientes da Córsega.

 

Le Cosi

9, Rue Cujas

75005

Foto: Divulgação/Facebook

 

O Le Cosi fica no Quartier Latin, nos arredores da Sorbonne —  a região boêmia é cenário perfeito para desfrutar de uma deliciosa refeição sem pressa. A decoração é simples e as porções são generosas. A equipe do restaurante é solícita e amigável, fazendo da experiência ainda mais encantadora. O ideal é terminar a refeição com o Fiadone, um bolo feito com queijo Brocciu e limão. A sobremesa lembra vagamente o americano cheesecake, mas é rústico, mediterrâneo e provençal ao mesmo tempo.

La Villa Corse

164, Boulevard de Grenelle

75015

Foto: Divulgação/Facebook

 

O chef Vincent Deyres recebeu sua primeira estrela Michelin em Calvi, na Córsega, onde trabalhou por 10 anos. No cardápio figuram massas com frutos do mar, risoto servido com charcutaria, bacalhau assado com flor de sal, cordeiro assado, a tradicional polenta e outras especialidades feitas com o maior rigor. Vale a pena se deslocar para o 15ème arrondissement para essa experiência!

 

Quando vocês se aventurarem pela gastronomia corsa em Paris, não se esqueçam de me marcar nas fotos (@parisabor), quero ver tudo!

Share: